Conectivos em Inglês

Conectivos em Inglês

Conectivos ou linking words ou words of transition, ou transitional words são todas as palavras ou expressões que servem para estabelecer uma conexão lógica entre frases e elementos da ideia. São principalmente conjunções ou locuções conjuntivas, mas também advérbios, preposições etc.

É muito importante entender que as linking words, principalmente na escrita, asseguram que as frases, sentenças e parágrafos tenham coesão, o que é essencial para uma boa comunicação.

Para usarmos as linking words corretamente, precisamos ter muito clara em nossa mente qual ideia queremos expressar. Elas devem ser usadas se você está tentando ligar duas ideias numa sequência, duas ideias diferentes ou se você está tentando dizer que uma coisa depende da outra.

As linking words são usadas, por exemplo, para exemplificar, contrastar, resumir, adicionar, dar ideia de sequência, de causa e de resultado.

Vamos ver cada um desses casos com alguns exemplos. Contudo, é preciso entender que a lista das linking words é extensa e o meu objetivo aqui é, primeiramente, deixar claro alguns tipos de construções que usamos para nos expressar. Entendendo essa parte, depois é só ir adicionando mais palavras à sua lista.

Exemplificar

Para exemplificar, uma expressão muito comum de ser usada antes de dar um exemplo e muito similar ao Português: for example (por exemplo), que também pode ser substituída por for instance. Vejamos:

  • There are some wonderful cities to visit in Brazil, for example / for instance Rio, Salvador, Florianópolis, and Belém.
  • For instance (Por exemplo)
  • For example (Por exemplo)
  • In particular (Em particular)
  • In this case (Neste caso)
  • Such as (Tal como)

Contrastar

Muito usados no inglês, “but” é usado para contrastar orações dentro de uma sentença e “however” para contraste entre sentenças:

  • I like going to the beach, but I never go at midday.
  • I’ve always enjoyed going to the beach. However, I never go there at midday.

Podemos usar despite, in spite of, que são seguidas por substantivos ou gerúndios (verbo + ing). Não são seguidas por partes de uma sentença (sujeito + verbo).

  • Despite losing the match, the team were happy with their efforts.
  • In spite of the lost match, the team were happy. (Eles perderam o jogo mas estavam contentes).

Para construções seguidas por sujeito + verbo, precisamos adicionar “the fact that”:

  • Despite the fact that they lost the match, the team were still happy.
  • In spite of the fact that they lost, the team were still happy.
  • But (Mas, Porém)
  • However (Contudo)
  • Instead (of) (Ao invés de, Em vez de)
  • Meanwhile (Enquanto isso)
  • Nonetheless (No entanto)
  • Nevertheless (Mesmo assim, Todavida)
  • Otherwise (Caso contrário, De outra forma)
  • Still (Ainda, Apesar, Entretanto)

Resumir

Nesse caso temos expressões que são geralmente usadas no começo da sentença, indicando que vamos resumir a ideia principal do que acabamos de expor. Exemplos: in conclusion, in summary, all things considered.

  • In summary, the meeting was very productive and all the participants were able to present their ideas.

Adicionar

Para adicionarmos informações, usamos “and” ou “also” ou até um mais formal furthermore ou moreover que são mais usados na linguagem escrita.

  • I like Italian and Japanese food.
  • I want to be an astronaut. I also want to be a biologist. What should I do?
  • The company’s business plan for next year is excellent; furthermore/moreover, it points to the direction of success for next five years.
  • The company is attempting a hostile take over; furthermore/moreover, they plan to lay off hundreds of employees.
  • And (E)
  • Also (Também, Igualmente)
  • As well as (Assim como, Bem como)
  • Not only… but also (Não somente… mas também)
  • On top of that (Além disso)

Ideia de sequência

Temos aqui linking words fundamentais quando estamos fazendo uma narrativa. Elas organizam a história numa sequência de eventos, facilitando para o leitor a compreensão do texto.

  • First we have to consider the existence of the linking words, then their importance, and finally their use in a sentence.
  • First of all (Em primeiro lugar, Antes de mais nada, Antes de tudo)
  • To begin with (Para começo de conversa)
  • In the first place (Em primeiro lugar, Para começar)
  • First (Primeiro, Para começar)
  • Besides (Além disso)
  • Furthermore (Além disso, Ademais)
  • Moreover (Aliás, Além do mais, Além de que)
  • Then (Então, Depois, Em seguida)

Ideia de causa

Quando queremos explicar a razão ou a causa de algo, podemos usar linking words como: due to, because of, because, since, as, entre outras. Nesse caso também é muito importante prestar atenção à estruturação das frases. Exemplos:

  • Due to / Because of the heavy rain the flight was cancelled. (Antes de um substantivo ou um verbo no gerúndio)
  • Because/Since/As it was raining heavily the flight was cancelled. (Antes de uma sentença)
  • Due to (Devido a)
  • Because of (Por causa de)

Ideia de resultado

Quando falamos de resultado estamos falando da consequência de algo e as linking words mais usadas são: therefore, consequently, as a result, so, sendo esse último mais usado na fala.

  • They heard the warning on the radio; therefore, they took another route.
  • As a result of the accident, Tom couldn’t walk for six months.
  • Due to (Devido a)
  • Because of (Por causa de)

Ideia de comparação

Quando confrontamos informações, ideias ou conceitos.

  • As a result (Como resultado)
  • Consequently (Consequentemente)
  • Therefore (Portanto)

Ideia de Consequência

Quando relacionamos o efeito causado por determinada questão.

  • Likewise (Da mesma forma)
  • In the same way (Do mesmo jeito, Igualmente)
  • Similarly (Similarmente, Semelhantemente)
  • In comparison with (Em comparação a/com)

Ênfase

Quando destacamos informações expostas

  • Above all (Sobretudo)
  • Even more (Ainda mais)
  • Indeed (De fato, Realmente)
  • Most of all (Acima de tudo)

Conclusão

Quando indicamos o fim de um conceito ou de um explanação geral, resumir as informações

  • After all (Afinal)
  • At last (Finalmente)
  • Finally (Finalmente)
  • To summarize (Para resumir)
  • To sum up (Resumindo)

Além destes grupos de conectivos, há aqueles que indicam conformidade, propósito, período de tempo, simultaneidade, generalização, coincidência, entre tantos outros. Lembre-se de que conhecer os conectivos e sua função torna possível compreender melhor a intenção do texto. A seguir, vejamos alguns conectivos dentro de frases.

  • First of all, when learning a new language, it is important to study every day. (Em primeiro lugar, ao aprender um novo idioma, é importante estudar todos os dias.)
  • Besides, it is necessary to have proper rest to absorb new information. (Além disso, é necessário ter um bom descanso para absorver novas informações.)
  • Using exercises to practice what was learned also helps reinforce the knowledge. (Usar exercícios para praticar o que foi aprendido também ajudar a consolidar o conhecimento.)
  • However, remember to surround yourself with different materials to avoid getting tired of it.(Contudo, lembre-se de cercar-se de diferentes materiais para evitar ficar cansado deles.)
  • Use movies, songs, books, magazines and newspapers as resources, for instance. (Utilize filmes, músicas, livros, revistas e jornais como fontes, por exemplo.)

Finally, remember that dedication is the key to achieve any goal you may have. (Finalmente, lembre-se de que dedicação é a chave para atingir qualquer objetivo que você tenha.)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *